Este blog serviu pra registrar atividades sobre o Centenário do anjo-poeta Mário Quintana.

quinta-feira, março 23, 2006

Nossos auto- retratos

Alguns poemas escritos por alunos a partir da leitura do Auto- retrato do poeta:

Lembro-me, era pequeno e frágil,
Mamãe e Papai cuidavam de mim
Nunca se cansavam e zelavam sem fim.

Cresci, aprendi a viver de mãos dadas
Segurando e sendo segurado, sem perder
O caminho do lado dos meus pais.

Hoje, jovem, peço: ensina-me andar
sempre no caminho reto,
para que não me perca.

Ensinam-me a fazer o bem
para ser feliz, todos
sem olhar a quem...
Ensinam-me a realizar o sonho
que tenho dentro de mim.

Mateus Z. Pegoraro - Turma 81

Um comentário:

Marli disse...

Mateus!
É muito bom você ser um jovem consciente.A família é fundamental na nossa vida.
Abraço da profe Marli